Comunidades rurais de Mato Grosso receberão água tratada
Publicado em: 18/05/2017 ás 09:25:00 Fonte: Midia News

Mais de 16 mil moradores serão contemplados com a distribuição de água por meio do programa “Água Fácil”, que levará água tratada às comunidades rurais e urbanas da região Oeste de Mato Grosso.

O programa lançado oficialmente nesta terça-feira (09), pelo governador Pedro Taques, conta com emenda do deputado Dr. Leonardo (PSD), vice-líder do governo e parlamentar eleito pela região.

Mais de 10 cidades serão contempladas, sendo 40 comunidades beneficiadas: Rio Branco, Curvelândia, Cáceres, Comodoro, Nova Lacerda, Conquista D’Oeste, Mirassol D’Oeste, Glória D’Oeste, Porto Esperidião, Pontes e Lacerda, Vila Bela da Santíssima Trindade e Nossa Senhora do Livramento.

O programa, segundo o governo deverá ser estendido às demais regiões do estado para atender essa deficiência. A falta de água é um problema crítico nas comunidades rurais e urbanas de Mato Grosso.

Muitas famílias que vivem da agricultura não podem fazer a sua produção pela falta desse bem natural e passam por dificuldades.

Muitos chegam a usar água insalubre para o consumo humano, prejudicando assim a saúde.

Médico por profissão, o deputado Dr. Leonardo destacou a importância da água tratada para a qualidade de vida dos moradores.

“Quantas doenças esse programa vai evitar: vermes, parasitoses, diarreia e outras doenças até fatais, que podem tirar a vida de nossos jovens, nossas crianças e idosos. Esse programa é muito mais amplo do que se imagina, pois leva dignidade a pessoa”, salientou.

O “Água Fácil” prevê a instalação de sistemas simplificados de abastecimento de água (SSAA).

O SSAA é uma pequena central de captação, tratamento e fornecimento de água, voltada a atender localidades rurais que não estão interligadas nas redes de abastecimento dos municípios.

 

Nesse processo, a água é retirada de um manancial subterrâneo como, por exemplo, um poço, posteriormente passa por tratamento, por meio de cloração, e ao final é levada à população por meio de torneiras (bicas).

 

Primeiro lote
Cáceres: comunidade Piraputanga, bairro Nova Era, bairro Garcez

Rio Branco: comunidades Pingo de Ouro, Roncador, Vila Pratinha
Curvelândia: Caverna do Jabuti

Segundo lote
Comodoro: gleba XII de Outubro, distrito de Nova Alvorada (escola), colônia dos Mineiros (escola rural), comunidade Águas Claras (escola rural)

Nova Lacerda: glebas Sararé II (travessão união), Santa Elina, Paloma (poço I), Paloma (poço II)
Conquista D’Oeste: comunidades Sarare (poço I), Sarare (poço II), Sarare (poço III)

Terceiro lote
Mirassol D’Oeste: assentamentos Margarida Alves, Roseli Nunes I, Roseli Nunes II, comunidades Santa Maria e Jabuti
Glória D’Oeste: comunidade Furna Trevo e distrito de Monte Castelo
Porto Esperidião: comunidades São Pedro, Alegrete, Recanto Alegre e Postinho

Quarto lote
Vila Bela da Santíssima Trindade: Ponta do Aterro, Fortuna, Palmarito
Pontes e Lacerda: assentamentos Barra do Marco I, Barra do Marco II, comunidade S.J Batista Córrego da Onça, assentamentos Triunfo e Pecuaria I (escola Cirila F. da Silva) e comunidade Serro Azul.